Login | RegistoBem-vindo à Quero Saber - A revista que desperta a sua mente 
Terra IncrívelTerra IncrívelTerra Incrível
História
História

Sabe quem inventou o estetoscópio?

fev17
História

  • 1 | 6

    Representação de Lannec a utilizar o estetoscópio.

  • 2 | 6

    Um dos primeiros exemplares criados pelo médico.

  • 3 | 6
  • 4 | 6

    Foi com este doogle que a Google homenageou o médico.

  • 5 | 6

    René Laennec.

  • 6 | 6

    Os princípios da acústica continuam a ser utilizados no desenvolvimento da ferramenta.

Os estetoscópios, mais do que imagem de marca dos médicos, que os transportam a todas as alturas, são quase indispensáveis. É este equipamento que, de forma simples, permitiu aos médicos diagnosticar possíveis problemas cardíacos ou pulmonares. E quem diria que foi inventado porque René Laennec, hoje homenageado pela Google, não queria tocar no peito de uma paciente...

É esse o relato que a Google faz da invenção do médico que nasceu em 1781 e faria hoje 235 anos. Numa vida dedicada à Medicina, foi a invenção do estetoscópio, em 1816, que colocou Laennec na História. 

Ao que tudo indica, Laennec terá descrito que, enquanto consultava uma paciente que se queixava do coração, o médico hesitou no momento em de auscultar a senhora. Na altura, os médicos encostavam o ouvido ao peito para ouvir o coração, ou utilizavam o tato para encontrar a pulsação (o que, segundo o próprio Laennec, neste caso seria impossível devido à obesidade da paciente).

O médico lembrou-se então de recorrer a um tubo de papel e encosta-lo ao peito da paciente, para conseguir ouvir o coração com clareza. A partir daí, Laennec começou a criar vários protótipos em madeira, até chegar ao modelo final que introduziu aos seus colegas.

Vanessa Heggie, historiadora na área da ciência e medicina na Universidade de Birmingham, em Inglaterra, explica ao The Guardian que esta invenção veio ajudar numa mudança no campo da Medicina que já vinha da Revolução Francesa. "O objetivo do estetoscópio era permitir aos médicos ouvir os barulhos do corpo, e a partir daí deduzir o que estava a acontecer lá dentro. A única forma de provar isso era através de uma autópsia," explica no artigo. 

Até à revolução, os médicos faziam diagnósticos tendo em conta as queixas dos doentes, sem dar grande importância ao seu corpo. A mudança na forma como os estudantes passaram a ver a vida depois da revolução levou a que fizessem exatamente o contrário: o corpo tem de ser analisado para perceber o que o paciente possa estar a passar.

Independentemente de ter sido aceite no momento ou não, a verdade é que a invenção de René Laennec veio permitir um diagnóstico mais rápido e fácil de doenças cardíacas e pulmonares. Ao longo dos anos, o estetoscópio foi evoluindo, tal como a restante tecnologia, mas continua a ser um instrumento indispensável para os profissionais da área.  

Imagens via Wikimedia Commons.

Siga as notícias que despertam a sua mente no nosso FACEBOOK.

Compre aqui e leia no seu computador ou tablet a edição deste mês da revista Quero Saber.

ComentáriosComentários

Precisa de fazer Login ou Registo para comentar.
Sobre nós | Publicidade | Contactos | Termos de Utilização | Política de PrivacidadeCopyright © Goody SA - Todos os direitos reservados